Garanta você também seu benefício do Bolsa Família

Ainda que o programa seja um sucesso, existem algumas falhas a serem consertadas, as quais, são admitidas pelo próprio Governo.

A primeira é o fato que, apesar de toda a tecnologia aplicada para fiscalizar e controlar a distribuição do benefício, ainda há muitas fraudes, com famílias que ganham mais do que a renda mínima obrigatória para receber a ajuda, falsificando documentos e conseguindo essa bolsa sem cumprir o calendário pregado pelo governo.

Pagamento Bolsa Família
Pagamento Bolsa Família

Outra falha é que o programa ainda não consegue oferecer uma porta de saída adequada para essas famílias se livrarem da dependência do Governo. É o famoso clichê, “não dar o peixe e ensinar a pescar”. É o bolsa família em 2018 e em todos os outros anos!

Na verdade, dar o peixe não é ruim, o problema mesmo, é esse peixe não vir acompanhado de uma varinha, que seria um curso de complementação ou um ensino profissionalizante, enfim, algum ato que ajude essas camadas mais pobres da sociedade, a saírem do modo de substancia e conseguirem criar algo, que lhes dê renda e uma maior qualidade de vida em 2016.

É necessário se recadastrar

Para as famílias que ainda necessitam do programa, é preciso ficar atento, pois, o prazo para o recadastramento já vai se encerrar para esse ano de 2016.

Por isso, é necessário correr até uma agência da Caixa Econômica Federal ou até a Prefeitura da sua cidade, com o comprovante de renda, comprovante de matricula das crianças, caderno de vacinação e um documento com foto, para poder participar novamente do programa esse ano. Lembrando sempre que o recadastramento é anual, então, é necessário fazer essa pequena burocracia todos os anos.

Valores bolsa família

Cartão de benefícios da família brasileira – Para quem ainda não conhece, os valores da Bolsa família são bem baixos e ninguém consegue viver com esse benefício, por isso, é realmente necessário trabalhar, para conseguir complementar a renda.

Os valores para o ano de 2016 foram ajustados e são os seguintes:

Benefício Básico: Esse é um benefício que as famílias em extrema pobreza (renda mensal de até R$77,00 por pessoa) recebem. O auxílio é de R$ 77,00 mensais, ou seja, nada que dê para viver com um mínimo de dignidade;

Benefício Variável: Esse benefício é dado para as famílias pobres e extremamente pobres, as quais, possuam crianças e adolescentes de 0 a 16 anos, devidamente matriculados no calendário do bolsa familia. O valor de cada benefício é de R$ 35,00, e o número máximo de benefícios recebidos por mês é 5, por isso, cada família pode receber no máximo R$ 175,00 reais, com mais 77 reais, dá igual a 252 reais, digamos que é um nada, para sobreviver pelo mês inteiro.

Como se pode ver, não é nenhuma riqueza e nenhum acinte esse valor, o qual, é o mínimo para que essas famílias tenham um mínimo de qualidade de vida.

E vocês, tem mais alguma dúvida sobre esse programa, deixem seus comentários abaixo e participem do post.

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *